Preciso de conselhos!!!

Meus amigos como vão todos? andei um pouco sumido mas é falta de tempo mesmo.
Aqui todos estão, o Orfeu ainda tenta caçar o Piccolo quando o solto na quadra, e o Piccolo ainda me pregando sustos, essa semana mesmo num só dia ele me deu 3 susto subindo no freezer pelo sofá e pulando do freezer direto no chão ae ja viram ne é aquele escândalo. ele correndo para um lado gritando e eu atrás dele correndo pra ver se machucou, conclusão mudamos a sala.

Eu gostaria de saber de vocês principalmente que tem IG como eles se comportam se a guia se são obedientes se é do tipo se soltou some de vista, coisas do tipo, porque em questão de afghan ja sou macaco velho e é regra afghan solto é afghan invisível, pois eles desaparecem e vc nem percebe e correr atrás é pior pois ae que ele corre mesmo e se algo chamar a sua atenção ae que eles atende mesmo.

Mas estou perguntando isso porque não que o Piccolo vai sair sem guia, isso jamais, pois moro onde passa muitos carros e ha muitos cães zanzando na rua, mas ha lugares amplos também como campos abertos onde não ha carros por perto e que gostaria de leva-lo e poder deixa-lo sem a guia, ha também sitio de amigos que gostaria de leva-lo e não ter que ficar segurando uma guia 48hrs. Eu daqui a alguns meses quero visitar a minha sobrinha que mora em BH e quero leva-lo e la tem sitio onde podemos ir, mas fico com muito medo, então queria saber o que vocês acham, se são cães obedientes e que atendemos chamados e quando soltos ficam ao nosso redor coisas do gênero. Ficaria muito grato se alguém me desse uma luz. Bjus e abraços a todos Confrades.

6 comentários:

  1. Alexandre, bom dia! Estou no trabalho agora e abri o blog pra ver se tinha post novo e encontrei o seu - aliás me identificando bastante! Tenho um IG - o Farello de 11 meses que tb já me deu vários sustos. Em casa, qdo saímos de manhã temos que verificar muitos itens devido sua capacidade incrível de chegar a lugares nunca antes imaginados! Depois te conto com mais calma as peripécias do meu pitoco... mas o que importa é que ele tem ficado mais calmo ultimamente e não saberei te dizer exatamente um motivo. Associei o uso de floral + a adaptação da casa evitando novos sustos e destruições + o fato dele estar ficando mais velho + ADESTRAMENTO.
    Na rua, com certeza a melhora significativa do comportamento dele é por conta do adestramento. Agora utilizo uma guia adequada (enforcador leve de nylon com limitador) e os comandos. Ele está na escola há 3 meses, mas já notei grande diferença.
    O problema desta guia é que qdo ele quer correr um pouco ela é curta e não é aconselhável por conta dos "trancos" que ele dá pelo tamanho da guia. Nestes casos, levo a peitoral e uma guia retrátil de 5 metros num local grande e gramado, então ele consegue correr bastante e se sente mais livre.
    Tenho também o sonho de soltá-lo no parque para correr e ao chamá-lo, ele retornar prontamente, mas isso leva algum tempo e no meu caso só conseguirei com o adestrador e para isso vou comprar uma guia de 10 metros que ajudará nesta fase.
    Em situações onde a casa é de outras pessoas, dependendo dos perigos e estímulos, ele já teve que ficar preso pois não deixava os pintinhos em paz - foi uma péssima experiência, pois até então ele nunca tinha ficado preso na coleira - não aconselho, é melhor não levá-lo.
    Há situações onde ele fica totalmente solto mas não entra em casa (na chácara da minha sogra, onde todo o local é BEM CERCADO, inclusive a piscina), até para dormir ele fica pra fora (me corta o coração, mas são as regras da casa!).
    E, também há locais onde ele frequenta a casa e o quintal, mas nestes casos, infelizmente fico o tempo todo de olho onde ele está! São locais que oferecem perigo com relação aos móveis ou fugas e não tem como ele ficar sozinho.
    Nunca saí ou soltei ele sem guia em ruas ou parques, em locais abertos, pois ainda não acredito na obediência dele a este ponto! Quem sabe um dia?

    ResponderExcluir
  2. Oi Alexandre, sou a mãe do Vitinho (IG).
    Acho que esses pequenos são todos bem parecidos mesmo! Lá em casa a gente costuma chamar o Vito de "arteiro", tamanho o número de vezes que ele apronta alguma coisa...
    O Vito agora aprendeu a subir na cadeira e alcançar a mesa, então, comida não pode mais dar sopa! Outro dia, cheguei em casa à noite e tomei um susto: ele tinha subido na cadeira e puxado a toalha (caminho de mesa), a jarra de vidro que ficava no centro da mesa estava na beirinha, a ponto de se espatifar no chão!!! Foi por pouco. Conclusão: tirei a jarra e a toalha de lá... rsrsr
    Bem, para passear, confesso que tenho muito medo de soltá-lo em lugares sem cercado, eles são muito rápidos, distraídos e, ainda, se assustam fácil com barulho (pelo menos o Vito) e quando isso acontece eles correm e rápido! Então acho muito correta sua preocupação em não facilitar. Por outro lado, é da natureza e necessidade deles umas boas corridas, então é preciso sim soltá-los de vez em qdo. Como a mamis do Farello disse, acho que o melhor a fazer é soltá-los somente em lugar cercado, sem dispensar uma boa verificação antes. Se não for assim, acho melhor não arriscar. Por ex., soltei-o uma vez num parque aqui em São Paulo que tem uma área cercada para cães, qdo de repende ele disparou pelo buraco da cerca, foi uma maratona alcança-lo. E todo mundo ficou parado olhando a velocidade do pequeno... O Vito me obedece bastante quando eu chamo, e até volta algumas vezes, mas prefiro tomar cuidado, principalmente se aparecer outro carrocho ou se área for mesmo muito grande. O que eu não faço é levá-lo para algum lugar que ele precise ficar na coleira, acho muito sofrimento porque o Vito é muito alegre e liberto, tenho pena, então evito. Tem um casal q vai muito ao Ibirapuera e solta o IG deles lá, ele corre, corre e volta, mas é o primeiro que eu vi assim. Eles disseram que o medo deles é que roubem o cão, porque já isso...
    Uso a coleira de 5m e ele não puxa, ao contrário, anda uns 3m, pára e vira para trás para ver se eu estou chegando, um fofo! Se você passear bastante com o Piccolo, ou adestrá-lo como fez a Taís, acho que ele se acostuma e vc pode usar a coleira extensora ou qualquer outra, sem problemas.
    Resumo: tb acho que é melhor soltar o Piccolo só em lugares cercados, por mais obediente que ele seja.
    Espero que tenha ajudado... Bjs!
    Lu

    ResponderExcluir
  3. Rachel, Gustavo e Artù16 de abril de 2010 15:54

    Oi Alexandre!
    Na minha opiniao o grande problema é que eles sao muito ageis, mais do que rapidos... O Artù pelo menos nao sai de perto de mim, porque ele tem medo, mas por outro lado eu nao consigo colocar a mao nele até ele cansar...
    As primeiras vezes que fiz a prova de soltar ele, foi assim: meu marido ficou com ele, eu me afastei, peguei um snack e chamei. Ele veio direto para mim. Aì comecei a testar sem o snack... Que tristeza! Ele vinha direto pra mim, mas nao deixava eu pegar. Teve uma vez que eu passei 20 minutos tentando pega-lo, até que eu cansei e sentei no chao. Aì ele tentou me provocar, mas vendo que eu nao reagia, ele veio e deitou no meu colo.
    Aì me deu o estalo, que correr atràs era inutil.
    Eu as vezes levo ele em uma àrea de campo aqui perto, mas é uma area que sei que nao tem carro, nem cachorro... E eu solto ali e ele pode correr. Quando ele ve alguma coisa, tipo um passarinho, ele vai como uma flecha, posso gritar o quanto eu quiser que ele nao ouve. Entao jà aprendi, quando ele dispara, eu conto até 5 antes de chamar. Assim ele quando me ouve considera que talvez ele jà tenha ido muito longe, e ao menos pàra. Mas obedecer mesmo nao sei nao... Nao é da indole deles.
    Acho que a unica pessoa que pode saber se ele pode ficar solto é vc mesmo... Faça provas em uma area cercada, se vc ve que ele obedece, passe a uma area mais aberta, começe com um passeio na guia pra ele conhecer a area, assim ele nao fica tao excitado assim que soltar, diminui a quantidade de novidades. Mas nao esqueça que ele ainda é um filhotao, para ele é ainda mais dificil se concentrar... E um sitio serà uma prova particularmente dura, normalmente tem muitos cheiros e barulhos de bichos que ele nunca viu antes...
    Boa sorte com esse magrelo arteiro!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Como eles são iguais!
    Fiona eu já tentei de tudo. Não tem jeito, é difícil ela voltar. Meu ex-namorado, que é muito meu amigo, ela obedece e costuma voltar, sim. Mas ele teve q suar as primeiras vezes e, quando ela passa muito tempo sem ver ele, tb pára de obedecer.
    Já comprei a corda, elase embolava pq ia lá e cá 3993 mil vezes. hahaah
    Eu a deixo solta na Praia, pq é muito lindo ver a felicidade dela correndo. Sei que é um pouco perigoso, pois podem aparecer cachorros, mas nunca aconteceu. Só pequenos iguais a ela, q fogem dela...
    Não adianta correr atrás, vc tem que criar meios para ele se adestrar e vir até vc. E quanto mais nervoso vc fica, menos eles vêem.
    Quanto ao pular, eles melhoram. Fiona ainda sobe na mesa, se deixar. Mas ela vai suuuper desconfiada, fico observando ela pelo reflexo do vidro e, quando ela tá lá, dou um grito ou faço um barulho com revista/chocalho/etc, pra ela se assustar e não querer mais. Tem melhorado, viu?
    Mas não se joga mais desses lugares, como fazia. Mas teve q aprender na marra, caindo umas vezes. Acho q se vc fica muito em cima, eles não aprendem.
    Quanto ao orfeu, vc precisa deixa-los mais conectados. Não fique protegendo tanto piccolo quando perto de orfeu, pode ser meio amador da minah parte, mas acho q eles precisam se "reconhecerem". Orfeu precisa ver q Piccolo não é algo "caçável" e sim um irmão, algo parecido com ele.
    Qualquer coisa, é só falar!
    bjo

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. AH!
    E ficar na coleira é horrivel. Fiona fica e me dá uma agonia profunda, na casa de minha irmã. Ela late(coisa q ela não faz aqui), puxa, fica assustada e etc.
    Acho q num sítio, daria pra ficar sem guia. Acho difícil ele ficar correndo feito um louco as 48 hrs, mas nas primeiras horas vc teria q explorar com ele as coisas, pra ele não ficar tãaao excitado, entende?

    ResponderExcluir