SENTA, DEITA E PARADO - III

Por: Fúlvia Zepilho


Ensinando o SENTA
Se você dá comida quando seu cão presta atenção em você, ele já deve ter começado a sentar por conta própria. Elogie-o cada vez que sentar. Devido às tentativas anteriores de adestramento e o trabalho com a atenção, ele já deve ter um bom domínio do senta.
Os passos para o sucesso são:
  • Comece em um lugar calmo, obtenha a atenção do cão com um pouco de comida e elogio.
  • Com o cão ao seu lado esquerdo, ajoelhe, coloque sua mão esquerda na coleira do cão, na região da nuca, e segure sem forçar. Tenha um petisco na mão direita.
  • Coloque o petisco bem perto do nariz do cão e devagar leve sua mão até o topo da cabeça dele enquanto diz “Senta”. Você move o petisco em direção às costas do cão. Ao segurar a coleira, você evitar que ele se levante. Ele olhará o petisco e sentará para manter os olhos nele. O movimento da sua mão se tornará o comando visual para o “senta” quando o cão estiver ao seu lado. Eventualmente você pode usá-lo em uma curta distância dele.
  • Deixe-o sentado por alguns segundos, elogie-o e dê o petisco. Liberte-o (comando OK, etc). Lembre-se: o elogio e o petisco vêm durante o senta, não depois.
  • Repita quatro ou cinco vezes e termine a sessão. Sessões curtas são mais produtivas.
  • Quando o cão se sentar prontamente ao seu comando, é hora de tirar-lhe a coleira. Fique próximo a ele.
  • Vocês dois olhando para frente, coloque o petisco na sua mão esquerda, leve-a até o nível do nariz do cão e mova-a para trás da cabeça dele enquanto diz “Senta”. Provavelmente ele sentará. Se não, transfira a comida para a mão direita e pressione gentilmente as ancas dele com sua mão esquerda. Elogie, premie e liberte.
  • Repita algumas vezes e pare.
  • O próximo passo é dizer “Senta” sem nenhum petisco nas mãos, mas no bolso. Diga “Senta” e use o movimento da mão como se houvesse comida nela. Assim que ele sentar, elogie, premie com o petisco e liberte. De agora em diante, elogie todas as vezes, premie ao acaso e liberte.
Adicionando distrações
Quando seu cão sentar a maior parte das vezes (quatro de cada cinco – 80%), vá para locais com mais distrações, como o jardim da sua casa, ou a rua.
Quando você introduz uma distração, a atenção do seu cão pode vacilar ou desaparecer por completo. Não hesite em voltar ao uso da “mão na coleira” e da comida. Geralmente quando você introduz distrações, o cão não consegue se focar no seu comando. Neste caso, evite ficar parado e dizendo “Senta. Senta. Senta...” eternamente mesmo que o cão não esteja respondendo. Este é um erro muito comum. Ao invés disso, diga o comando apenas uma vez e coloque o cão na posição desejada se ele não se sentar. Muitos donos justificam o uso dos comandos repetitivos dizendo: “Mas ele sabe isso!”. Se ele sabe, então escolheu ignorá-lo. Você precisa mostrar a ele que está falando sério guiando-o fisicamente até a posição e então elogiando-o.
Por outro lado, se ele não sabe o que você quer, precisa mostrar a ele. De tempos em tempos, o cão independente falha nas respostas – não de pirraça – por ficar confuso. Esse “branco” pode ser causado por uma mudança nos seus métodos ou nos arredores. Cães aprendem por contexto. Em outras palavras, eles ligam um comando com o local onde você dá este comando, o tom de voz e talvez até mesmo a hora.

4 comentários:

  1. Zé Magrelo - whippet12 de março de 2009 15:30

    Tia Ful.. eu e mamis estávamos sentindo falta das suas aulas, nós gostamos muito, pois apesar de ser uma lição, nós fazemos a maior festa. Eu adoro!!

    O 'senta' eu já sei e é muito bom, às vezes não preciso nem pedir o que quero, basta sentar e olhar com minha cabecinha inclinada, que eu ganho o que quiser..hihihi

    Vou pedir para mamis tirar uma foto minha, se bem que acho que nem precisa, vocês já me viram sentado em muuuitas fotos, não é?
    Eu não vejo a hora do negócio ficar um pouco mais complicado, quero aprender cada vez mais!

    ResponderExcluir
  2. Fúl, Zezinho está muito convencido para o meu gosto..rs Ele sabe o 'senta' mas ainda dá para melhorar.. ele obedece o comando sempre quando estamos próximos, mas se eu me afastar ele já não obedece. Principalmente quando devido à distância eu não posso dizer o comando, ou seja, ele ignora o comando de mão. O que eu posso fazer?

    bjss

    ResponderExcluir
  3. Tenho a mesma dficuldade. Nino só me obedece quando estou próximo.

    ResponderExcluir
  4. Oi pessoal =)
    Pra eles nos obedecerem tb à distÂncia, temos que tornar o exercício inteirinho mais fácil. Por exemplo: seu magrelo já sabe sentar direitinho com você na frente dele. Aos poucos, vc vai mudando a sua posição em relação ao cão e volta a mostrar os petiscos pra ele, como se ele estivesse aprendendo de novo. Na verdade, ele ESTÁ, porque os cães não são generalistas. Se eles aprendem a sentar na frente do dono na cozinha com um petisco na mão do dono, então, ele sabe "sentar na frente do dono na cozinha com um petisco na mão do dono" risos.
    Vão aumentando a distância aos pouquinhos: meio passo de cada vez, sempre apresentando um petisco (depois, tirem o petisco, pra ele aprender sem tb).
    Aqui em casa eu comecei a usar um "target", que é uma caneta de Itu. Ensinei a SUzie a tocar nela com o focinho (ou com a pata) e ela faz tudo que eu quiser com o target, inclusive se sentar à distância. Vou ver se tiro uma foto dela sentando com o target (depois eu tiro o target tb, mas a Suzie tb não senta tão à distância pq o apto é pequeno hehehehe, pra ela não ficar dependente do target).
    QUalquer dúvida, estou às ordens =)

    ResponderExcluir