URGENTE - Whippet doente - MANDRAKE

Amigos, sem lenga-lenga vou direto ao que interessa.. leiam o email abaixo:

"Olá Débora!
Talvez vc não lembre de mim, mas nos encontramos algumas vezes no parque do Ibirapuera. Tenho um whippet também, o nome dele é Mandrake. Ele tem apenas 1 aninho.
Como vc me pareceu entender bastante da raça tomei a liberdade de te escrever.
É um pedido bastante desesperado.
O Mandrake começou apresentar falta de apetite na terça feira da semana passada
(como eu estava viajando, deixei ele com a minha mãe e ela acreditou que fosse saudade) que durou 4 dias.

Foi então que ela percebeu que não se tratava de falta de apetite e sim de alguma doença.

No sábado, quando cheguei, ele foi ao veterinário, onde detectou-se que ele estava com febre e provavelmente alguma infecção, pois no hemograma ele apresentou um aumento de glóbulos brancos (16.000). O vet entrou com dipirona para a febre e um antibiotico (vibramicina). Na segunda feira levei ele novamente ao vet pois ele não havia apresentado melhora alguma.

Como ele não bebia agua e nem comia ele somente aplicou soro e pediu pra aguardar o terceiro dia de antibiotico. Na terça ele continuou piorando e entao foi novamente ao vet que solicitou exames de sorologia para doença de carrapato, ultrassonografia de abdomen, RX de tórax, exame de urina e hemograma. Não foi encontrado nada nos exames dele, apenas no hemograma a quantidade de leucócitos havia dobrado (32.000).

Então o vet entrou com outro antibiotico injetável para tentar controlar a infecção. Não funcionou pois até ontem ele nao havia apresentado melhora alguma além de ter dores insuportáveis pois não consegue nem se mexer e quando tocado ele grita de dor.

Foi então que levei ele ao hospital veterinário (ontem) onde o veterinário plantonista suspeitou de uma infecçao na coluna. Fez mais exames e descobriu-se que também não é isso.
Nós não sabemos mais o que fazer pois ele piora a cada dia, não responde aos remédios, já perdeu mais de 3kg, está desidratado e os médicos não descobrem o que ele tem.

Se vc conhecer algum veterinário que conhece muito bem a raça, ou alguém que já teve um problema parecido por favor me envie o contato.

Não sei mais o que fazer e me parece que ele piora a cada dia.

Estou com muito medo e desesperada.
Muito obrigada,
Ellea
"

Amigos, me lembro muito bem da Ellea e do Mandrake.
Tenho até essa foto guardada com carinho, onde está o intrometido Zé, Ellea e o fofo do Mandrake.

Bom, como eu respondi para a Ellea por email, eu não entendo tanto assim de galgos, muito menos na área da saúde, mas felizmente temos excelentes contatos que podem nos ajudar.

Muitos de vocês, confrades, entendem bem mais do que eu, confrades que tem muita experiência na raça, confrades que criam galgos há muitos anos, confrades que já foram ou ainda são criadores, confrades veterinários.. me orgulho de ter essa turminha boa aqui com a gente.

Então peço a ajuda de todos, é lógico que o Madrake já está sendo atendido por um veterinário e já indiquei outros também. Mas gostaria mesmo de uma luz.. algo que possa ajudar o veterinário a solucionar essa questão, a descobrir o que pode estar acontecendo.. alguém tem alguma dica?

Alguém já viu algo parecido?

Algum confrade veterinário sugere algum exame ou qualquer coisa que possa auxiliá-los?

Alguma pista do que possa ser????

86 comentários:

  1. Pessoal,

    Confio muito na minha veterinária, algumas pessoas de SP tratam com ela, talvez ela possa ajudá-los. Segue o email e tels de contato:
    Dra. Annette Erna Elisa Loth - 12 3912-2902 - annetteloth@uol.com.br

    ResponderExcluir
  2. Rachel, Gustavo & Artù26 de fevereiro de 2010 04:19

    A minha primeira suspeita em um caso assim seria uma obstruçao intestinal, jà que ele ficou em uma casa diferente, é possivel que ele tenha comido alguma coisa (isso me baseando na historia contada). Se entendi bem, foi feita sò uma ecografia abdominal, mas nao foi feito raio-x, algumas coisas podem aparecer no raio-x e nao na eco. A infecçao pode ser somente secundària à obstruçao, ou a uma qualquer outra causa, jà que até onde sabemos a febre estava presente 4 dias depois do inicio dos sintomas.
    Como auxilio geral no diagnòstico eu adicionaria ao hemograma um exame bioquimico completo, que pode ajudar a entender quais os sistemas que estao envolvidos na doença (se rins, figado, musculos, etc estao comprometidos ou nao).
    Eu trabalho somente com infecçoes bacterianas, e, apesar de nao ter a informaçao do nome do segundo antibiotico, o primeiro jà foi uma excelente escolha, entao me parece que o problema nao é realmente a infecçao, ela parece ser secundaria se dois antibioticos nao funcionaram.
    Pelo amor de deus, é uma opiniao baseando-me nas informaçoes do post, sem examinar o animal e ver os exames eu posso sò imaginar algumas hipoteses... Talvez o vet dele jà tenha pensado em tudo isso, e descartado.

    ResponderExcluir
  3. Rachel, Gustavo & Artù26 de fevereiro de 2010 04:26

    Além disso, eu tive um caso semelhante na minha casa, completamente inexplicavel do ponto de vista médico: minha gata quando eu fiz uma viagem, quando voltei se apresentava apàtica e nao queria comer. Levei no hospital para consultar com uma professora minha, fizemos todos os exames possiveis e imaginàveis, cheguei a mandar amostra de sangue para outros estados, ela tinha algumas alteraçoes mas os exames combinados nao levavam a nenhum diagnostico. Coemçamos com uma suplementaçao de vitaminas para melhorar a condiçao dela enquanto fazìamos exames, e depois de 10 dias voltou tudo ao normal, sem que jamais se entendesse o porque daquela crise. Eu acredito que o psicologico deles seja muito importante, a unica explicaçao que eu vejo é que ela se sentiu abandonada e entrou em depressao.

    Se o Mandrake ainda nao està comendo nada, eu tenho uma dica: raçao de latinha A/D da Hills. Essa raçao é sò para recuperaçao de doentes, ela é mega-calòrica, entao qualquer pouquinho que ele engolir jà ajuda muito. E tem uma òtima vantagem: ela é uma pastinha moìda bem fina, entao vc pode colocar em uma seringa sem agulha, e ir colocando aos pouquinhos no canto da boca. é muito importante que ele coma um pouquinho para ter forças para se recuperar, e isso ajuda muito no psicologico também, eles sentem que estao sendo tratados, curados.

    Melhoras pro Mandrake... Espero que de tudo certo.
    Beijos,
    Rachel

    ResponderExcluir
  4. Débora e Ellea,
    não sou veterinária, mas sou Mamis e sei qto é desesperador uma situação como esta.
    Mas, nahora que li este posto, me veio algo na cabeça baseada em relatos de seres humanos. Será que não é Leucemia?
    Pesquisei na Internet sobre isso e achei algumas coisas.O link é este, mas tem muito mais que não consegui abrir pois estou no trabalho.
    http://www.sovergs.com.br/conbravet2008/anais/cd/resumos/R1198-2.pdf

    Gente, é só um comentário. Me chamou a atenção das dores, e eu sei que leucemia causa muita dor.Tb o fato de excesso de globulos brancos.

    Espero, do fundo do meu coração, que ele melhore.
    Energias positivas e força Ellea.

    Rê.

    ResponderExcluir
  5. Rachel, Gustavo & Artù26 de fevereiro de 2010 11:19

    Leucemia teria aparecido imediatamente no hemograma, o perfil dos leucocitos é diferente, e geralmente o proprio laboratòrio jà avisa o vet na hora quando fazem a conta diferencial dos leucocitos, aparecem células anormais...
    Jà pedi opiniao para dois outros vets, a unica recomendaçao que se consegue chegar é tratar de modo sintomàtico, se nao se sabe o que é...

    ResponderExcluir
  6. Querida Ellea e Mandrake.
    Tudo fundo do meu coração desejo toda a melhora do mundo.
    Já passei para Dé por email o tel da VET do Bamboo e Phusilli que é do encrenquinhas canil que cria whippets a muitos anos.
    De qualquer maneira se quiser se adiantar liga para o Encrenquinas:
    Endereço: Rua Alagoas, 184
    Bairro: Higienópolis
    Cidade: São Paulo
    Estado: SP
    Tel.: (0xx11) 3214 1485
    E pede para falar ou com a Viviane (Dona) ou com a VET Elaine.
    Já me adiantei também com meu marido que tem uma amiga na USP e ele enviou seu email para a Dra. Julia.
    Qualquer coisa liga, pede ajuda que a gente se junta para fazer o possível.
    Beijo
    Luca, Pedro, Bamboo e Phusilli.

    ResponderExcluir
  7. Ellea: repassei este post via e-mail para a Vet do Farello. Ela não é especialista na raça, mas é uma excelente profissional, a Vet da família!Caso ela responda, eu coloco aqui.
    Bjs
    Tais e Farello

    ResponderExcluir
  8. Pessoal, só para vocês acompanharem:
    Ontem a ellea foi busca-lo no hospital e ele tinha apresentado uma discreta melhora apesar da contagem de leucocitos ja estar em 43.000 ( meu Deus do céu!) e de ainda não terem chegado ao diagnostico.
    Como entraram com analgesico forte (tramal) ele melhorou das dores e passou a se alimentar um pouco.

    Obrigada pelo empenho de todos.. recebi por email um etorno muito grande de todos, aos poucos colocarei aqui os comentários,, compartilhando as informações todos poderão acompanhar o desfecho do caso.

    Tomara que logo ele esteja bem!

    ResponderExcluir
  9. Rachel, obrigado por no ajudar (mais uma vez).

    Postarei todos os comentários recebidos via email aqui no blog, te agradeço se puder nos esclarecer um outro comentário, como você fez no caso da leucemia.

    Sua intervenção é positiva, pois para nós que não entendemos nada da saúde dos nossos magrelos tudo é desesperador, nessa hora a palavra de um médico veterinário é sempre pertinente.

    E com um veterináro acompanhando todos se sentem mais confortáveis para opinar.

    Um beijão

    ResponderExcluir
  10. Mami Yasunaga [via email]26 de fevereiro de 2010 13:40

    Olá,

    Não nos conhecemos, mas também tenho um galgo e compreendo a preocupação da Ellea.

    A dra. Viviane (Encrenquinhas Pet Shop) talvez possa ajudar. Ela é veterinária e criadora de whippet. Ela é dona do padreador da minha cachorrinha (Aki Baby Encrenquinhas).

    Ela tem um consultório em Higienópolis.

    Segue o link do site. Lá encontrará os telefones e endereço: http://www.encrenquinhas.com.br/

    abs,

    Mami Yasunaga

    ResponderExcluir
  11. Bom dia Ellea. Minha irmã conhece um vet. que já foi criador da raça. Seu nome é Fernando, e seu telefone é 3742-2938. Espero sinceramente que êle resolva o problema do Mandrake. Acredito que eu tenha te ajudado um pouquinho. Me mande notícias. Beijos e boa sorte. Jeane

    ResponderExcluir
  12. Denise '.' Fly e Chara [via email]26 de fevereiro de 2010 13:44

    Ah, Débora, que peninha o caso do Mandrake. Infelizmente não sei o que fazer. Só posso orar para que ele fique bom e que tudo se resolva.
    Sobre epilepsia, já soube de um whippet que teve convulsões quando mais novo, mas melhorou com o tempo.

    ResponderExcluir
  13. Já tentou o hospital petcare no morumbi ?

    ResponderExcluir
  14. Débora
    Encaminhei o e-mail a uma amiga que já teve diversos whippets, o criador do Bamboo e alguns amigos veterinários.
    Quem sabe alguém pode ajudar.

    Olhe, o Hosp. Veterinário da USP é excelente porém há uma "rixa" entre a clínica e a cirurgia. Passando pela triagem e sendo indicado tratamento clínico, a equipe resiste a encaminhar ao pessoal da cirurgia. Todavia, eu sei que na cirurgia há uma vet muito boa para assuntos de coluna.

    O nome dela é Dra. Julia Matera, ela é da área ortopédica.
    Minha experiência com ela foi com meu SRD que teve hernia de disco com 8 anos e ficou tetraplégico por 4 meses. Só voltou a andar, ou melhor, apresentar sinais de melhora a partir do 3º mês, após cirurgia feita por ela. Mas até chegar a ela... eu tive que intervir (a clínica insistia em tratamentos clínicos, com cortisona), procurando por ela na Universidade e marcando uma consulta diretamente com ela, "atropelando a clínica".
    Ela correu com os procedimentos (USP estava em greve) e conseguiu operá-lo. O disco já tinha aderido a medula, em C3/C4, portanto ele ficou com uma leve sequela, mas ficou ótimo.
    Hoje ele tem 17,5 anos!
    Bom, de pronto, para achá-la indico ligar no PABX geral da FMVZ e descobrir o ramal da Dra. Júlia.

    Vou ver na casa dos meus se eles ainda tem o contato dela.

    Ela deve poder ajudar de alguma forma. Ela tbém já trabalhou com animais silvestres, portanto tem uma visão mais abrangente da veterinária, vai além da clínica clássica entendo eu.

    Se for mesmo uma infecção na medula, sei lá... uma leucemia por exemplo, ela pelo menos poderá ajudar orientando alguma coisa.

    Boa sorte.
    Abraço
    Luciana

    ResponderExcluir
  15. Ricardo Coacci [via email]26 de fevereiro de 2010 13:50

    Oi Débora,
    eu acho que deve ser feito um Raoi X do estômago e intestino (pode ser que ele comeu alguma coisa tipo plástico)...ou um exame de Leishimaniose.

    Tenho uma amiga de Brasília que a whippet dela tinha essa doença (Leishmaniose)... a cachorrinha morreu, mas foi por outro motivo, comeu veneno de rato num sítio lá por perto.

    Bom, aqui vai uma dieta de baixa proteina para cães com leshimanea e outras doeças...

    ***O hemolitan ajuda a recuperar peso e perdas de vitaminas.

    DIETA COM PROTEÍNA REDUZIDA PARA CÃES (Dr. André Luis)

    - 120 gr. de carne moída magra (não usar carne moída de pescoço, paleta ou costela)
    - 2 xícaras de arroz branco cozido sem sal
    - 1 ovo cozido duro, picado bem fino
    - 3 fatias de pão branco, cortadas em pedaços
    - 1 colher de sopa (rasa) de farelo de trigo
    Cozinhar a carne em frigideira, mexendo até ficar ligeiramente frita. Adicionar os ingredientes restantes mexendo sempre até misturar bem. Se quiser, colocar mais água (e não leite).
    Manter em geladeira em recipiente com tampa.
    Rendimento 567 gr.

    PESO CORPORAL PORÇÃO DIÁRIA
    2 Kg. 100 gramas
    5 Kg. 250 gramas
    10 Kg. 500 gramas
    20 Kg. 750 gramas
    30 Kg. 1 quilo
    40 Kg. 1,250 quilos.
    50 Kg. 1,5 quilos

    Como suplemento vitamínico, dar Hemolitam (Veterinário) ou Clusivol (Humano) na quantidade de 1 a 5 ml por animal, todos os dias.
    Não sendo possível utilizar esta dieta, alimentar o animal com a ração de cão adulto mas misturada com arroz cozido com muito pouco sal na proporção de 1/3 (por exemplo: 1 xícara de ração + 2 xícaras de arroz (ou macarrão) + 1 colher de óleo na alimentação (óleo de soja, milho etc))

    ResponderExcluir
  16. Oi debora!
    Olha infelizmente eu nunca ouvi nenhum caso mas vcs ja falaram com o pessoal do encrenquinhas?
    Quem sabe eles sabem de algo!
    Um beijo
    Karen

    ResponderExcluir
  17. olá Débora, vou repassar para todos os veterinários que conheço.

    em relação ao segundo caso:
    a Blue e o Orlando tiveram um sintoma similar, mas por menos tempo- alguns segundos- quando eu apliquei um produto contra pulgas. entrando em contato com a fabricante, me informaram que era intolerância a substância e que isso gerava uma 'dormência'. não sei se é o mesmo caso. nos meus o sintoma desapareceu depois de dois dias e agora sei que eles não podem mais usar esse medicamento da Bayer - advantage max3 -Imidacloprida e permetrina. também fui informada que uma dessas substância está presente em vários produtos veterinários como shapoos e coleiras. mas isso não é uma intolerância dos galgos, pode ocorrer com qualquer cachorro e que deve ser evitada pois os sintomas tendem a piorar em intensidade.
    bom, vou repassar o email sobre o Madrake. tomara que descubramos.
    beijinhos, Anna

    ResponderExcluir
  18. Dè & ZÉ

    Qto ao whip doente, lembro-me que numa das primeiras vezes que fui ao vet com Bingo, ele recomendou evitar contatos com outros cães enquanto não fosse encerrado o ciclo das vacina. Chamou minh atenção para uma doença ( não me lembro o nome) equivalente a AIDS, mas que nos cães provoca óbito por não tere cura nenhuma.

    Bom final de seman

    Luciano

    ResponderExcluir
  19. Andre Fonseca [via email]26 de fevereiro de 2010 13:56

    OLÁ, BOM DIA...

    NUNCA VÍ NADA PARECIDO, MAS GOSTARIA DE DEIXAR UMA SUGESTÃO...

    A RADIOGRAFIA FOI FEITA APENAS NO ABDOMEN, CERTO?!

    PODERIA SER FEITA EM OUTRAS PARTES DO CORPO DO MANDRAKE, PROCURANDO POR ALGUMA FRATURA QUE NÃO FOI DETECTADA ANTES. PODE SER QUE O ORGANISMO DELE ESTEJA "BATALHANDO" CONTRA ESSA FRATURA, POR ISSO O AUMENTO DAS CÉLULAS BRANCAS...

    EXISTEM DIFERENÇAS ENTRE OS ORGANISMOS DOS SERES HUMANOS E DOS CANÍDEOS, MAS ACREDITO QUE O "BASICO" SEJA IGUAL. E ESSA SITUAÇÃO, FRATURA NÃO DETECTADA E POSSÍVEIS INFECÇÕES SEM DESCOBRIR QUAL ERA O MOTIVO, JÁ FAZ PARTE DE CASOS HUMANOS...

    MELHORAS E BOA SORTE PARA O MANDRAKE!!!

    ANDRÉ FONSECA

    ResponderExcluir
  20. Priscilla [via email]26 de fevereiro de 2010 13:59

    é bom fazer uma ecografia do rim ou fígado. A minha cachorra tinha uma doença no fígado, com os sintomas parecidos, e quando descobrimos foi tarde demais.
    Outra coisa: ele está com alguma ferida na pele? Pode ser leishmaniose.
    Abraços e melhoras para o Mandrake.
    Priscilla - Brasília- DF

    ResponderExcluir
  21. Oi Dé! poxa que triste a história do Mandrake. Bom existe uma doença que se chama poliartrite imunomediada dos greyhounds, que acomete tb os whippets, consta de uma progressiva degeneração das articulações. É de dificil diagnóstico. Além disso, são das principais causas de febre de origem desconhecida.

    As poliartrites idiopáticas podem ser classificadas da seguinte forma: tipo I ou não complicadas (sem causa ou patologia concomitante encontrada), tipo II ou reactiva (associadas a infecções remotas crónicas), tipo III (associadas a doença gastrointestinal), tipo IV (associada a neoplasia). As formas mais comuns são as não erosivas idiopáticas, mas já vi casos de whippets com a erosiva.

    Claro Dé, o Mandrake que ser levado para um hospital veterinário de renome, acho que a USP seria uma ótimo escolha. Ele deve fazer radiografias praticamente em todo corpo. Pode ser que não seja essa doença que seja algo menos complicado, mas não podemos deixar ele assim tomando apenas dipirona. Tem que haver um tratamento mais direcionado, incluindo bons antiinflamatórios.

    Dé me mantenha informada, se precisar de mais alguma coisa é só falar.

    Super beijo

    ResponderExcluir
  22. Mauro Tozzi [via email]26 de fevereiro de 2010 14:02

    Já investigou problemas com os dentes?

    ResponderExcluir
  23. Luciana (vet) [via email]26 de fevereiro de 2010 14:05

    Olá Débora

    Vamos ver se ajudo o Mandrake....
    Ele já teve infestação por carrapatos?
    Eu já cuidei de um Whippet com o quadro bem parecido..os únicos sintomas eram apatia extrema e febre, mas no hemograma havia aumento dos leucócitos (que indica processo infeccioso) e início de anemia (suspeitando de erlichia/babesia, que é a "doença do carrapato".). E o diagnóstico foi de doença do carrapato, foi tratado e está ótimo atá hoje.
    Acho importante fazer um check up mesmo...avaliar função renal, função hepática, glicemia, ultrassom, etc.
    Conheço um colega veterinário excelente pra desvendar esses casos. Infelizmente já estou parando de trabalhar, pois estou pra ganhar nenem...O nome desse meu colega é Sérgio e ele temuma clínica completa (onde se pode fazer todos os exames) no Alphaville
    . Os telefones de lá são 4153-7388 e 4153 7377 . Pode falar que foi encaminhado pela Dra. Luciana (já trabalhei lá e sei que são super sérios).
    Espero ter ajudado em algo e aguardo resposta.

    Luciana

    ResponderExcluir
  24. Rachel, Gustavo & Artù26 de fevereiro de 2010 17:39

    A ideia da Jaque me pareceu boa... Eu nao sabia dessa doença dos Greyhounds, acabei de ler. Fecha com o quadro, mas é bem raro, e o diagnòstico é feito excluindo as outras possibilidades, entao se for isso, estamos no caminho.
    Leishmania eu nao tenho nenhuma experiencia, nao sei opinar. Mas se pode fazer uma simples sorologia, se for negativa se pode excluir facilmente...
    Quanto à doença do carrapato, eu acho pelo tratamento que foi feito que foi a primeira suspeita do vet, pois o antibiotico que ele prescreveu é justamente para isso. Se nao houve nenhuma melhora, nao acredito que seja o problema. Mas concordo com a Luciana sobre o check up, acho que o exame bioquimico para avaliar o estado geral é importantissimo, até porque pode ajudar a direcionar a terapia, mesmo sem chegar a nenhum diagnostico definitivo...
    Achei òtimo que começaram a medicar com o Tramal, acho que a analgesia é essencial, pode ser a diferença entre ele reagir ou se deixar levar. Enfim, fiquei muito contente em saber que ele começou a se alimentar de novo! Tomara que ele continue melhorando!
    Beijocas para o menininho!

    ResponderExcluir
  25. Pessoal, muito obrigada a todos. Estamos recebendo muitos emails com comentários e indicações de veterinário para o Mandrake.

    Vou tentar postar todos aqui ainda essa noite.

    Ainda não tenho novas notícias do Mandrake, vamos continuar na torcida.

    bjss

    ResponderExcluir
  26. Jac Pimentel [via email]26 de fevereiro de 2010 19:34

    Olá Débora,
    tentei localizar o e-mail da Ellie ("mãe" do Mandrake),mas não consegui. Meu nome é Jaqueline e tenho duas whippet's de 5 anos - Nina e Flora. Moro em Vila Velha/ ES.

    Fiquei muito angustiada quando recebi este e-mail falando da doença do Mandrake. Na mesma hora enviei para a Vet das minhas meninas. Abaixo segue a resposta dela. Se ajudar em algo, se a mãe do Mandrake quiser maiores informações, posso repassar o e-mail dela assiim como telefone.
    Sinceramente, espero ter ajudado em algo...
    Um beijo
    Jac Pimentel

    "Olá Jac,

    Vc conhece essas pessoas??? porque o ideal seria pegar o resultado correto destes exames, fizeram exames de sangue para avaliar função hepática ou função renal???
    Não acredito que seja algo especifica da raça (mas não se pode descartar esta possibilidade)... Eu tinha um livro com as doenças específicas de cada raça, mas perdi quando meu HD queimou... Mas estou tentando achar em algum cd de back up.

    Por alto, eu pensaria em 2 possibilidades: cinomose, pancreatite.

    Porque cinomose: convulsão, mas preciso do exame de sangue completo (ver Leucócito, linfócito, segmentados)
    Porque pancreatite: dor abdominal aguda, falta de apetite, hemograma sugestivo de infecção... e no histórico ele ficou com a mãe (as vezes sem maldade deu algo gorduroso para o animal comer....) E muitas vezes (muitas mesmo) o veterinário q faz o ultrasom não consegue ver alteração em pâncreas.....

    Agora ele deve ter começado a fazer uma insuficiência renal (parar de beber água), pode ser causa infecciosa ou devido ao antibiótico (vibramicina)

    Tenta conseguir os resultados completo do exame"

    ResponderExcluir
  27. Oi Jac, obrigada querida. Eu não coloquei o email da Ellea porque repassei aquela informação para quase 800 contatos, achei melhor poupá-la...rs

    Mas já te mandei por email, o contato dela e também da Daniela que está auxiliando a Ellea, mesmo que a distância.

    Um beijão e obrigada

    ResponderExcluir
  28. Anna Marilia [via email]26 de fevereiro de 2010 19:39

    Estou muito triste com a situação de Mandrake. Como convivi muitos anos com os queridos whippets, conheço um pouco deles.

    Os whippets não são vulneraveis as convulsões. Mas conheci alguns que tiveram todos esses sintomas. E era o sintoma de ataque epilépico.

    É uma doença que pode ser controlada com medicamento. E podem viver muitos anos sendo bem medicados.

    Eu não moro em São Paulo mas espero que essa orientação seja útil.
    Desejo receber noticias de Mandrake. Que êle se recupere logo.

    Atenciosamente Anna Marilia.

    ResponderExcluir
  29. Anna Marilia [via email]26 de fevereiro de 2010 19:41

    Eu quis dizer doença referente a eplepsia.

    Mas precisa saber o motivo de tanta dor. Talvez êle se debatendo caiu e provocou alguma pequena fratura. Compreendo a angustia que seus donos estão passando.

    Vamos torcer para que seja feito o bom diagnóstico e êle melhore.

    Fico torcendo por êle.

    Mais uma vez atenciosamente Anna Marilia.

    ResponderExcluir
  30. Marlene e Sofia [via email]26 de fevereiro de 2010 19:42

    Acho prudente nestes casos se pensar em alguma doença neoplásica, como alguma leucemia, algum tumor, etc.

    Eu procuraria imediatamente um oncologista.

    Outra opção é realmente procurar um vet que atenda mais whippets. O vet da Sophia atende vários e inclusive tem uma whippet. É um vet bem acessível, disponível para dúvidas, etc.

    Caso interesse, o telefone do vet da Sossô (Dr. Antônio Geraldo Marquesin) é : 39656692.

    ResponderExcluir
  31. Fabiana '.' Nike [via email]26 de fevereiro de 2010 19:45

    Querida Débora,
    vi esse post no blog, ia postar, mas resolvi te escrever por aqui.
    Quando vim no email, vi essa sua msg que ora respondo.
    O lhasa apso da minha amiga morreu na semana passada com sintomas idênticos aos desse Whippet. A única exceção é a suposta dor (não sei se é dor ou desespero, pois os Whippet são desesperados: a Nike quase me matou de susto no parto, gritava tanto que eu achei que ela ia morrer, depois foi parto normal, tudo de bom.)
    O caso é que o cão morreu e o vet dela não sabia oq fazer. Nem mesmo depois da morte descobriu-se qual era a doença. Nem fazendo todos os exames (cujos resultados - que triste - só saíram depois da morte) chegou-se a uma conclusão.
    O que posso fazer, Débora, é indicar a veterinária dos meus cães, onde eu frequento há mais de 27 anos. É uma clínica cujo veterinário dono deve ter mais de 80 anos (um sr japonês Dr Kenji Irio) e a Dra Mieko, que atende os meus me conhece desde os 07 anos de idade.
    Tel. 5061.4433 Rua Vigário Albernaz, 206, paralela à Av. Ricardo Jafet.
    Boa sorte para eles, estamos torcendo muito
    Obrigada por vc ser tão maravilhosa com os cães
    Bjs
    Fabi

    ResponderExcluir
  32. Rê, Severina e Maria [via email]26 de fevereiro de 2010 19:47

    Nossa, que desespero ficar assim sem ter um diagnóstico fechado.
    Encaminhei o relato para tio Miguel e para Tereza Neumann, veterinária do Repouso. Ambos trabalham com Whippets há anos e conhecem bem as particularidades da raça.
    Inclusive, seria interessante a Ellea procurar um vet de algum dos canis de Whippet daí de São Paulo.
    Assim que receber uma resposta te mando um e-mail.

    Beijos e lambeijos,

    Rê, Severina e Maria

    ResponderExcluir
  33. Rê, obrigada, flor.. por repassar a informação.

    A Dani, do canil BSC que é veterinária e conhece bem os whippets está dando uma força para a Ellea, mesmo que a distância.. ela irá olhar todos os exames, está ajudando a interpretar os comentários e a encaminhá-la para um bom vet aqui em SP..

    Pessoal por enquanto não tá dando tempo de responder cada comentário.. nem os emails, Minha prioridade está sendo repassar as informações para a Ellea e para a Dani e também atualizar aqui os comentários para que todos possam acompanhar.

    Rachel, obrigada por ir nos auxiliando.. estou liberando todos os comentários que chegam.. e é sempre bom a palavra de um veterinário para nos guiar.

    ResponderExcluir
  34. OLÁ
    A MINHA ELA DE VEZ EM QUANDO ... MUITO RARAMENTE BATE O QUEIXO
    TIPO MORDENDO O AR
    MAS LI QUE ISSO É NORMAL
    SOBRE OS OUTROS CASOS EU NAO SABERIA DIZER ...

    ResponderExcluir
  35. José Luis [via email]26 de fevereiro de 2010 20:17

    Bao tarde ja tive um problema com um dos meus cães pastor não apresentava nada e não dava nada nos exames e era doença do carrapato.
    Tomou remedio para doença do carrapato e sarou.

    ResponderExcluir
  36. Rê, Severina e Maria [via email]26 de fevereiro de 2010 20:28

    Dé, segue a resposta que o Flávio (da Unesp)me enviou:

    Oi Rê e Dão,
    li o e-mail que voces mandaram....
    muito delicada mesmo essa situação do cão mandrake.... é muitissimo dificil tentar achar alguma solução ou opinar um diagnóstico porque não existe no caso nenhum sintoma patognomonico de alguma doença. São sintomas inespecificos demais.

    Um animal que tem uma infecção e é administrado antibioticos e esses antibioticos nao surtem efeito havendo um crescimento significativo (dobrado) dos leucocitos... me parece alguma infecção por uma bacteria em especial ou algum tipo de infecção localizada em algum orgao que é contínua (por exemplo, uma peritonite...derivada por exemplo do animal ter ingerido algum corpo estranho.....É so um exemplo....)

    lembrando que para que haja peritonite nao precisa a alça ter rompido e todo o conteudo intestinal está na cavidade...
    nao..
    basta uma pequeninissima perfuração a ponto de bacterias migrarem do trato intestinal para a cavidade....

    é complicadissimo... mas se deve continuar INVESTIGANDO e fazendo o tratamento sintomático/paleativo até se achar a origem de tudo.

    eu torçao muito para que der tudo certo
    um abraço
    flavio paz

    ResponderExcluir
  37. Daniele Scandalora [via email]26 de fevereiro de 2010 20:31

    Oi Dé... essa suspeita do corpo estranho que foi tb alertada pela Raquel (um dos primeiros comentários né), achei umas das mais coerentes. Vou aguardar os exames e ver o que a Ellea vai querer fazer. Infelizmente estou longe, e não gosto de palpitar muito sem poder fazer um exame clínico no paciente, mas gostaria muito que ela procurasse o veterinário que irei indicar.

    ResponderExcluir
  38. Aline Mendes '.' Willie26 de fevereiro de 2010 20:33

    Poderia ajudar se essa moça mandasse todos resultados dos hemogramas e dos outros exames. Na verdade, seria necessário fazer uma consulta.

    O aumento dos leucócitos nem sempre indica infecção bacteriana!!! Pode ser corpo estranho com leve peritonite, por exemplo!!!
    Mas é necessário ler leucograma completo, saber onde é o foco da dor, repetir o ultrassom...

    Não desmerecendo os profissionais que estão atendendo o Mandrak, tenho referência de uma ótima veterinária que faz ultrassonografia, ela é extremamente minuciosa!!! Nesse ultrasson tem que aparecer algo!!!

    Nos greyhound (não sei se em todos os galgos) o valor de referência é ainda mais baixo para leucócitos!!! Ele pode estar pior do que se imagina!!!

    Esse veterinário está ministrando medicamentos para aliviar a dor? Está fazendo o tratamento suporte?

    Aguardo anciosamente, pois é uma corrida contra o tempo, cada segundo perdido , pode custar a vida desse animalzinho!!!

    ResponderExcluir
  39. Maria e seu quinteto whippettiano [via email]26 de fevereiro de 2010 20:35

    Oi Dé, tudo bem?

    Vi vc e seu maravilhoso Zé Magrelo na feira, terça feira.

    Olha, encaminhei o e-mail sobre o Mandrake para a Dra.Marcia, lá da minha terra (Descalvado) que é uma super competente veterinária (ela tem 3 whippets, 2 doados por mim).Também falei com a secretária dela, pedindo prá ela lembrar a Marcia de abrir o e-mail hj (ela está num congresso e trabalha feito uma louca).

    Também vou acender uma velinha prá que fique tudo bem com o Mandrake (já chorei, só de pensar nas minhas meninas).

    Abração
    Maria

    ResponderExcluir

  40. fale para a Ellea dar "eritroz"para aumento do apetite
    meu veterinário Osmar entende de salukis
    procure falar com ele Rua Candido Espinheira 850
    tel-38641545 e 38012341
    tenho uma cadela saluki que as vezes tem esses sintomas
    não come e começa a emagrecer até hoje ninguem sabe o que é
    mas depois que demos anguns antibioticos e 'Eritroz mais um remédio
    chamado nutrifull e ela melhorou
    o Osmar tratou de uma saluki que eu resgatei e estava morrendo, com
    cardiopatia anemica e hoje ela está ótima
    bjs
    ivy

    ResponderExcluir
  41. Ellea- mamis do Mandrake26 de fevereiro de 2010 20:40

    Oi Debora!
    Nem sei como agradecer a vc e a todos pela ajuda.

    Acho que a corrente de pensamentos positivos o ajudou bastante pq hoje ele comeu, até brincou um pouquinho e subiu no sofa.

    Uma incrivel melhora apesar de ainda não sabermos o que ele tem.

    Amanha ele ira retornar ao hospital para realizar um novo hemograma.

    Encaminhei seu email para os veterinarios.

    Todos os comentarios foram muito importantes para nos.

    Muito obrigado mesmo pela ajuda. Nunca nos esqueceremos disso.

    Por favor, encaminhe esse email para os seus contatos agradecendo a ajuda.

    Hj vou passar para a Dani do BSC todos os exames do Mandrake.

    Qq novidade, vou te informar.

    Obrigada novamente!! Ellea

    ResponderExcluir
  42. Oi Ellea!

    Eu conheço um veterinário fantástico,e acredito que ele possa te ajudar.

    É do Lar Dogs ,o Dr. Renato.

    Tenta falar com ele e conta o seu problema,acredito que consiga te ajudar.

    O Tel: é 2276-4328 / 5071-1792

    Mas fala com ele,pois é o dono do Lar Dogs.

    Espero que seu cachorrinho melhore.

    Abs

    Marisa

    ResponderExcluir
  43. Entrei em contato com o veterinario que atendo o Nico e eles indicaram:

    Indicamos o Hospital Veterinário da Anhembi Morumbi para tratamento do Mandrake.
    F: 2790-4643.

    Att. Equipe Dermatoclínica.,

    Boa sorte

    ResponderExcluir
  44. Fernanda [ via email]26 de fevereiro de 2010 20:44

    Pessoal, conheço o Mandrake do Ibirapuera. Ele é lindo!
    Fiquei super sensibilizada por essa situação pq esses bichinhos sao realmente apaixonantes. Nao tenho conhecimento tecnico mas procurarei com veterinarios que conheço.
    Estou rezando por ele.

    Bjs
    Fernanda

    ResponderExcluir
  45. Oi Débora. Li seu email e infelizmente os sintomas são todos iguais ao do Greg o weimaraner que eu tinha.

    Com o Greg o diagnóstico não foi conclusivo porque os exames não confirmavam a doença do carrapato (da qual eu falei tanto e agora não consigo me lembrar o nome acho que é um bloqueio por todo o dessespero que passei), mais todos os sintomas apontavam para a doença do carrapato, só que o tratamento foi muito tarde para ele, porque antes ele foi tratado achando que eram outras doenças, inclusive coluna ele estava até fazendo acupuntura.

    Eu só queria alertar que em tudo que eu li e pessoas que falei depois disso me contam que a doença tem cura, muitos veterinários querem sacrificar os animais quando tem diagnóstico positivo.

    O importante é um diagnóstico rápido para iniciar o tratamento o quanto antes, no meu caso quando foi feito o tratamento ele já estava tão debilitado que era como se ele estivesse com uma leucemia muito grave e para piorar quando fomos tentar a transfusão de sangue o irresponsável do veterinário não fez nenhum tipo de teste e ele teve choque anafilático na transfusão e não resistiu.

    O que me arrependo de não ter feito e aconselho que ela faça é procurar imediatamente um Hospital Veterinário tipo o Rebouças, que os donos são os mesmos donos do IVI o centro de diagnósticos e onde ela vai poder ter veterinários em várias especialidades e várias opiniões alem de todos os equipamentos e exames necessários, não da para ficar só com um veterinário em um consultório pequeno sem grandes recursos.

    Espero que eu esteja errada e que não seja a mesma coisa, mais se for o importante é a rapidez no diagnostico e início imediato do tratamento para não atingir a medula, sei de muitos casos de cura, inclusive se lembra dos cachorros do Clodovil, ele falou muito sobre isso na tv, o veterinário queria sacrificar e ele não deixou e todos ficaram curados.

    Estamos torcendo pelo Mandrake, tenho certeza que vai dar tudo certo, me mande notícias dele.

    Beijos

    Mônica e Théo

    PS. : se ela precisar Hospital Veterinário Rebouças
    Av. Rebouças, 861 – fone 3062-3011

    ResponderExcluir
  46. Oi,

    Recebi este e-mail da veterinária do meu cachorro que tbém é um whippet. Se quiser falar com ela, o e-mail está abaixo.

    Um abraço e boa sorte para o Mandrake.

    Nicole

    "Oi Nicole,
    Não entendi bem ao certo, mas notei que no final tem um 'ahhh ele esta com sinais neurológico??

    Se estiver apresentando sinais neurológicos com infecção pode ser alguma doença em sistema infecciosa nervoso (pensem em infecções de meninge, encéfalo etc) precisa entrar junto com esses antibióticos, metronidazol tbm e fazer um exame do liquor.

    A epilepsia pode ocorrer em qq raça, mas não tem aumento de leucócitos a não ser que a convulsão, que é um sinal e não uma doença esteja, como eu já falei, relacionada a causa infecciosa.

    Espero que tenha ajudado
    Abraços

    Elaine
    elainepessuto@gmail.com"

    ResponderExcluir
  47. Clarisse [via email]26 de fevereiro de 2010 20:51

    Vou repassar para uma amiga cujo marido é veterinário, quem sabe ele pode ajudar de alguma forma,não?

    Beijos

    Clarisse

    ResponderExcluir
  48. Li seu email e achei parecido com uma doença que um Maltes do meu irmão teve...
    clique e de uma olhada..

    http://www.saudeanimal.com.br/artig122.htm

    ResponderExcluir
  49. Marcia Fernandes [via email]26 de fevereiro de 2010 20:54

    Tive tambem uma experiencia de doença no meu Italian de 4 anos agora no carnaval.

    O meu Fit ficou doente, teve vomito, passou 2 dias sem comer, a todo momento ele tinha ansia de vomito, fomos a veterinaria que diagnosticou infecçao pulmonar e dores no estomago, ele apresentava febre alta, o exame de sangue apresentou 19300 qdo normal ate 10000.
    Enfim alem de muita paciencia e amor a medicaçao ministrada foi mylanta plus 2 x por dia 3 ml, bromoprida 5 gtas de 8 em 8 h, e flotril 1/2 comprimido de 24 em 24 horas, alimento aos pouquinhos a cada 2 horas suspendeu a raçao, só franguinho.
    Apos 6 dias de tratamento esta otimo, e recuperando o peso, pois a veterinaria quer engorda-lo...
    Acredito que minha experiencia nao serve a vcs pois o caso do mandrake é bem mais grave.
    Vou orar por vcs.
    Boa sorte!

    abraços

    Márcia Fernandes

    ResponderExcluir
  50. Francielle [via email]26 de fevereiro de 2010 20:56

    Apesar de ser louca por galgos, ainda não tenho nenhum, então não sei se poderia ajudá-la, mas como Nutricionista posso te sugerir talvez que procure um veterinário hematologista, um especialista nesse area, mas o que sugiro de coração é procure quantos medicos veterinarios forem possíveis a vc, não aceite 1 ou 2 diagnósticos, ou nesse caso nenhum, então como percebo que é algo grave e progressivo, faça o quanto antes isso, quando morava em SP levava o meu filinho em um veterinario na Al. Campinas 1500, Jardins que considero bom, não sei, são apenas sugestões na tentiva de ajudá-la.
    Um abraço, e melhoras pro Mandrake

    ResponderExcluir
  51. Luciana Severo [via email]26 de fevereiro de 2010 20:59

    Dé... meu coração ficou partido... imagino só o desepero dessa moça e o sofrimento do mandrake, só posso ficar aqui rezando para que ela encontre a causa e a cura dessa doença. Bjs e fiquem em paz!!

    ResponderExcluir
  52. Pessoal estou 'besta' com a prestatividade de todos vocês.

    A mamis do Mandrake pediu para eu agradecer a todos, mas estou sem palavras.. não esperava tamanha cooperação.

    Vocês são demais, realmente essa turma dos galgos é muito especial.. afinal cães especiais merecem donos especiais!

    Agora vou dar uma paradinha, Zezinho tá me chamando, pedindo carinho com aquele gemidinho bem fino..rs

    Mandrake está recebendo nossas boas vibrações, espero que amanhã esteja ainda melhor.

    Beijos no coração de todos vocês. Obrigada!

    ResponderExcluir
  53. Estamos orando para a recuperação do Mandrake.

    ResponderExcluir
  54. Olá, amigos! Tb tenho um whippet, o Tug, que vive adoecendo. Quem cuida dele é uma excelente veterinaria da Encrenquinhas- Alagoas, a Dra. Elaine Pessuto. Ela me disse esses dias que desenvolve uma pesquisa sobre a saude dos whippets. Ela é mto, mto boa. Não sei se ajuda, já passei o celelar dela por email.
    Boa sorte, amigos! Estou na torcida!
    Vai dar tudo certo!

    Dani

    ResponderExcluir
  55. Débora boa noite

    Passei seu email para o veterinário das minhas Whippets. Dr. Marcos Migliano.

    Há anos trato todas com ele.

    Segue abaixo a resposta.

    Cara Edna precisaria avaliar melhor o hemograma, pode ser que ele esteja desenvolvendo alguma doença autoimune.
    Se quiser me envie os exames

    O telefone dele é 3815.6155

    Os meus estão no email.

    Boa sorte.

    PS: Estou aguardando resposta da USP também.

    ResponderExcluir
  56. Jac '.' Nina e Flora27 de fevereiro de 2010 08:45

    Débora, Ellea...
    Como falei, Ivie (Vet das minhas magrelas) poderá dar mais alguma ajuda...
    Estamos aqui, a disposição, e torcendo pelo recuperação desse menino magrelo...
    Jac, Nina e Flora...

    ResponderExcluir
  57. Roberta '.' Twiggy e Tutti27 de fevereiro de 2010 08:46

    Ela já fez ultrassom do estômago? Uma amiga minha detectou gastrite de ordem nervosa. Parece que seu cachorro teve muitas dores.

    Bjs,

    ROberta

    ResponderExcluir
  58. Andrea Vani [via email]27 de fevereiro de 2010 08:50

    Ola...
    Recebi esse email e fiquei muito triste...
    Qdo perdi minha Afghan, nao me conformava com o fato de nao poder ajuda-la...
    Li os sintomas que vc mandou, e alguns eram muito parecidos...
    As fortes dores, nao comer, nao beber, e de uma hora pra outra...Febre,a cabeça mexendo...
    No caso da minha Doce Florense, ela teve multiplos nodulos espalhados pelo corpo,
    alguns entre as vertebras, o motivo das dores fortes q nao a deixavam levantar nem pra fazer coco ou xixi...
    Se ela nao estivesse com uma idade ja avançada,faria quimioterapias...
    No caso do Mandrake, como ainda é jovem, talvez ainda de tempo...
    Nao sei se pode ser a mesma doença, mas acho q tudo agora deve ser verificado...
    Mande beijos meus a nossa amiga, pois imagino o qto ela deve estar desesperada...
    Me mande noticias sempre, por favor...

    ResponderExcluir
  59. Carol '.' Catarina [via email]27 de fevereiro de 2010 08:51

    Oi Débora,

    Não posso ajudar...mas a Catarina (minha whippet de 1 1/2 ano) começou a apresentar falta de apetite, desânimo e febre. Levei ela uma vez de madrugada no hospital por ela apresentar tanta tristeza. Foi detectado GOTA, ou seja, ela tem um problema renal que precisará conviver pra sempre.

    Após isso ela só pode comer ração especial e de vez em quando precisa tomar um remédinho pra dor e febre, já que é uma doença que não tem cura, apenas podemos ajudar a controlar.

    Foi detectado com um exame de sangue.

    Os sintomas do amiguinho são mais graves....porém talvez ajude.

    Aproveitando, sabe me dizer se GOTA é comum na raça?

    Bjo!

    Carol (Curitiba)

    ResponderExcluir
  60. Karina e Hector [ via email]27 de fevereiro de 2010 08:53

    Oi Pesoal, fico muito triste qdo. recebo esse tipo de email, pois nunca é bom uma notícia dessas, mas vamos lá...

    Vou mandar este email para a veterinária do meu Whippet, que por acaso é o Hector, pois ela está tentando descbrir com o pessoal na Unesp o que ele tem (é o caso descrito no item 2).

    Ele ainda não foi diagnosticado, mas felizmente está bem e sei que iremos descobrir.

    Assim que conversar com ela, te retorno, pra ver se descobrimos o pq do seu cachorrinho estar assim!!!!

    Ele está tomando soro?

    Quais exames ele já fez, e os resultados não mostraram nenhuma anormalidade?!

    Vou tentar te ajudar....fica tranqüila e tenha fé!

    Beijo

    Karina e Hector

    ResponderExcluir
  61. Oi Debora tudo bem???

    A veterinária que atende no pet dos meus filhotes tem whippets, nunca precisei dela (ainda bem), mas ela tem e AMA a raça, quem sabe ela não pode ajudar:
    O nome dela é Dra. Pao Kay e o telefone do Pet é: 3022.9013

    Boa sorte pro mandrake e força pra mãe dele...

    abç
    Luciane

    ResponderExcluir
  62. Priscila [via email]27 de fevereiro de 2010 08:56

    Bom dia!!!

    Eu conheço um veterinario muito e onde levos meus bichinhos, ele fica na granja viana.
    La vai o tel dele. (11) 4612-2651 Salvador Felix
    Ele eh muito bom, leva o cachorrinho la com todos os exames.....

    Um beijo
    e melhoros para esse moleque.

    ResponderExcluir
  63. Luciana '.' Bamboo [via email]27 de fevereiro de 2010 08:58

    Débora
    Parace a mesma doença que o whippet da minha amiga teve. Desconfiou-se de doença do carrapato.
    Veja o e-mail dela abaixo.
    Abraço.
    Luciana


    Lu

    Parece com a doença que o meu Âmbar teve. Como ele sempre foi desde pequeno um whippet atípico, ou seja gordinho, fiquei estarrecida ao ver quando ele tinha 10 anos de repente deixar de comer e a olhos vivos perder peso.

    Também eu e Hassan fizemos de tudo com veterinário. Ele morreu quando o Hassan ia interná-lo na clínica Rebouças depois de 3 semanas de exames e tratamentos com um veterinário que sempre foi de nossa confiança.

    A hipótese foi a "doença do carrapato" que leva o animal a total inanição - não conseguem comer e beber e perdem peso assustadoramente.

    Há uma clínica conceituada na av. Sena Madureira, cara, porém muito bem equipada. Talvez seria o caso de tentar nela.

    Não ajudei, né?

    Vou torcer pelo Mandrake.

    bjs.
    Sonia

    ResponderExcluir
  64. Puxa Dé, imagino como a Ellea está amargurada.... passamos pela mesma angústia durante o problema do Vito, que chegou a pesar 3,8 kg e hoje pesa 6,1 kg.

    Trocamos muito de antibióticos até que ele acertasse e o que funcionou de verdade foi o tratamento a base de corticóide, que é mais agressivo, sabemos, mas é um tratamento de choque para casos mais adiantados. Não entendo nada de medicina, mas pelo menos foi o que eu ouvi da veterinária que acertou e de outro vet depois. Outra coisa que ajudou bastante foram suplementos vitamínicos, já que ele também não comia e isso o manteve minimamente nutrido, o que é imprescindível para que o organismo dele reaja.

    Também foi cogitado, no caso do Vito, a doença do carrapato, para nosso desespero, pois é muito grave, mas os sintomas são muito característicos e pelo que ela conta, não parece ser o caso, menos mal.

    Independente do que os veterinários recomendem, acho que ela deve solicitar uma vitamina paralela, qualquer que seja o tratamento, pois se ele ficar debilitado demais fica mais difícil...

    Torço pela melhora dele.

    Beijos,
    Lu

    ResponderExcluir
  65. Peca para sua amiga levar no Hospital Veterinario da USP. Eles sao demais. Pois tem acesso a literatura atualizada e multidisciplinaridade. Tem que passar pela triagem, mas em caso emergencial eles atendem rapidamente.
    Tem equipamento otimo para raio-x eletronico, ultrassom, etc.
    O Dr. Cássio, Prof. de Cirurgia Ortopedica tem 2 whippets. Ele pode ajudar.

    http://www.fmvz.usp.br/index.php/site/hospital_veterinario/apresentacao

    Sera que ele nao estaria com o popular no nas tripas, tao comum em cachorros. Ou comeu algo e enroscou no intestino causando rompimento.
    Mas envenenamento por comer sapo ou perereca, picadas de aranha e cobra tb pode causar algumas dessas coisas.

    Abracos e torcendo pela melhora do Mandrake.

    Flavio.

    ResponderExcluir
  66. Ricardo Coacci [ via email]27 de fevereiro de 2010 09:16

    Oi Débora sou eu de novo,
    eu consegui salvar um cachorro da morte com essa dieta acima nos coments, dando também um antiinflamatório tipo KETOFEN 20mg dividido ao meio (10mg por dia) durante uns três dias ele tem leishimaniose.
    Débora querida, eu faço isso por que quando sei que muitas vezes o dono do cachorro não tem dinheiro (como aqui onde vivo, é uma comunidade simples), eu digo pro dono, se morrer morre medicado e às vezes sem dor... tudo isso eu faço por minha conta e risco, não sei se as pessoas deveriam fazer o mesmo ou seguir minha indicação, mas quem sabe se sugerirem ao veterinário..
    Beijão.

    Ricardo

    ResponderExcluir
  67. Rachel, Gustavo & Artù27 de fevereiro de 2010 09:51

    Que bom que o Mandrake està melhorando! Eu sinceramente no inicio achei que a dor dele podia ser um pouco de fiasco, eles sao muito manhosos né... Mas se o Tramal fez toda essa diferença, ele estava com dor mesmo, tadinho...
    Agora que ele voltou a comer, uma boa raçao de recuperaçao e um suplemento vitaminico podem ajudar muito sim.
    Se tiverem algum exame a mais, ou algum sintoma a mais para nos contarem, pode ajudar a melhorar as sugestoes.
    E Dé, realmente é incrivel a mobilizaçao, mas isso eu jà tinha ouvido falar que é assim no mundo inteiro, as comunidades dos galgos sao muito unidas e se ajudam de verdade! (E nao teria como ser diferente né, esses magrelos sao um vicio!)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  68. Claudya Fontes - MV [via email]27 de fevereiro de 2010 16:53

    Ola , li o e-mail referente ao Mandrake , sou vet e dona de três magrelinhos..

    Pode ser pneumonia , erlichiose (carrapato) , babesiose (carrapato) , precisaria ver o hemograma inteiro .

    Vai dando a cada 3 hs a homeopatia equinacea ch6 + aconitum napellus ch6 + belladona ch6 globulos.

    me mande a fotinho dele para fazermos reiki.

    Se eu puder ajudar meu fone 11 3852-6851

    beijos Claudya Fontes medica veterinaria

    ResponderExcluir
  69. Cris '.' Kronos e Kairós [ via email]27 de fevereiro de 2010 16:57

    Mais uma resposta de vet por email:

    "Oi Dr. Alir, vc já viu isso? Desculpa te incomodar mas acho interessante vc ver o tipo de coisa que circula pela comunidade de "loucos por galgos" além das coisas que esses bichinhos têm.
    Bjs. Cristina"

    "Cristina eu teria que ver o caso e os exames... já atendi uma cadela com sintomas muito parecidos era artrite imuno-mediada ou miosite.
    bem esta é minha opinião sem ver...
    Abs,
    Alir"

    Dé os dados do Dr. Alir são:
    Alir De Biaggi Filho
    CVDG - Centro Veterinário Dalila Groke
    Rua Padre Chico, 165
    tel.: 11 38722819

    ResponderExcluir
  70. Amigos, estou realmente comovida, impressionada e muito agradecida pela ajuda de todos. Me desculpem não ter me manifestado aqui antes, mas estava na maior correria com meu magrelinho. O Mandrake já está se alimentando e hidratando sozinho, não tem mais dores nem febre. Hoje retornamos ao hospital Rebouças e o Dr disse que a melhora é devida ao medicamento que ele está recebendo, e que precisamos continuar a investigação. Comentei com ele todas as hipóteses que apareceram aqui. Sabemos apenas que não é doença do carrapato pois ele fez as sorologias e deu negativo. As sorologias para leischmaniose e brucelose ainda não deram resultado.
    Estamos aguardando os resultados e a conclusão do diagnóstico.
    Me desculpem se ainda não procurei os veterinários indicados por vcs, como ele estava internado no hospital Rebouças, ficava um pouco difícil tirá-lo de lá para consultas, e depois que chegou começou a apresentar esta melhora.
    Anotei todas as indicações, muitíssimo obrigada!
    A Dani, do canil BSC que também é veterinária e vovó do mandrake está nos ajudando também.
    Assim que tiver alguma notícia informarei a vcs.
    Obrigada pela corrente de pensamentos positivos e torcida. Eu acredito que isso o ajudou muito e sou infinitamente grata a todos vocês!
    Beijos,
    Ellea e Mandrake

    ResponderExcluir
  71. Estamos rezando e torcendo muito pelo Mandrake e pela Ellea.
    Com carinho,
    Sky, Xú e Luiza.

    ResponderExcluir
  72. Luciana Queiroga.[via email]27 de fevereiro de 2010 20:56

    Prezados,
    aqui em Recife temos muito poucos Whippets e por esse motivo os veterinários não tem tanta experiência...
    Tive um problema c/ minha cadela quando ela era novinha e pelos sintomas parece realmente ser algo relacionado à Babésia ou até Erliquiose.
    A Erliquiose canina tem sintomas parecidos c/ o da babésia, mas o exame de sangue é específico para essa infecção bacteriana.
    O medicamento também é específico...
    Segue algumas informações sobre a doença e tratamento.
    http://rca.cav.udesc.br/rca_2004_2/sousa.pdf

    http://www.ourofino.com/portal/files/espaco_veterinario/Erliquiose_canina.pdf
    Espero que ajude.Sinto muito pelo que você passando Ellea. Abs,

    ResponderExcluir
  73. Gizele Toledo '.' Serena [via email]1 de março de 2010 09:17

    Segue abaixo a resposta da veterinária Danielle, criadora de Whippet.
    Encaminhe, por favor, para a dona do whippet que está doente (o Mandrake).
    Obrigada, Drª Danielle!
    Bjs,
    Gizele.

    "Pode ser leucemia (temos que ver esse hemograma), anemia hemolítica imunomediada, infrecção resistente. A dor articular pode ser depósito de complexo antígeno-anticorpo decorrente de infecção (pode ser tratado com sulfato de condroitina injetável) e cobertura de antibióticos (ceftriaxona com metronidazol), dipirona para febre, papinha nerstlé diluída erm água morna na seringuinha e, talvez (no caso de anemia hemolítica imunomediada) corticóide (meticorten). Mas gostaria de ver o hemograma completo, as imagens e as bioquímicas.

    Beijos e boa sorte!

    Ah, quanto a eplepsia, está sendo mais comum do que imaginamos. O proprietário deve procurar um neurologista para fazer o diagnóstico e tratamento.

    Beijocas!!!"

    ResponderExcluir
  74. olá, repassei o email para alguns veterinários conhecidos meus e consegui uma ajuda.

    uma das veterinárias ja viu um caso similar com diagnóstico de POLIARTRITE.

    tomara que ele fique bem. beijos

    ResponderExcluir
  75. Daniel Trevisan [via email]1 de março de 2010 09:20

    Olá a todos,

    Realmente é algo meio raro o que o Mandrake tem. Ti ve um whippet, o Vinnie, que teve cinomose, que parece que alguns síntomas podem ser os mesmos, mas eu descartaría porque ele não tinha febre. Creio que os vets já devem ter feito exames para isso e descartado…

    Não tenho muito como ajudar, infelizmente. Quanto a epilipsia é mais comum em greyhounds italianos do que em whippets, mas epilepsia não faz aumentar glóbulos brancos nem dá febre. Me parece que ele está com un quadro infeccioso grande, e isso tira a vontade de comer e beber, e como faz días que está assim, ele perde a coordanação motora que faz balançar a cabeça assim.

    Minha última whipata, estaba com 15 anos e meio e teve una grave infecção renal e apresentou síntomas parecidos. Você poderia investigar por aí também, se não foi analisado.

    Sinto por ele, e espero que consiga encontrar o que tem o quanto antes.

    Abraços,
    Daniel

    ResponderExcluir
  76. Silvio [via email]1 de março de 2010 09:21

    OLA , MEUS AMIGOS, NAO SEI SE POSSO CONTRIBUIR MUITO, MAS EU TIVE UM WHIPPET O GUGA, QUE MORREU DE REPENTE MESMO TENDO SIDO TRATADO POR ERLICHIA, OU SEJA DOENÇA DO CARRAPATO.
    HÁ UM EXAME HOJE QUE SE FAZ SÓ EM SAO PAULO, QUE É A PESQUISA DO DNA PARA VARIOS PARASITAS, INCLUSIVE ERLICHIA .
    SUGIRO QUE PESQUISEM TAMBEM.
    DESEJO DE TODO CORAÇÃO QUE TUDO SAI BEM.

    ABRAÇO

    SILVIO

    ResponderExcluir
  77. Alexandre [via email]1 de março de 2010 10:01

    Oi Zé,
    Desconheço alguma doença que seja própria de Whippets. Os sintomas apontam para doença de carrapato, mas parece que não é o caso.
    Vou continuar conversando com amigos, qualquer novidade entro em contato. Boa sorte pro amiguinho. Até mais, Alexandre

    ResponderExcluir
  78. Rachel [via email]1 de março de 2010 10:02

    Oi Ellea!

    Bem, vou passar meus comentarios a respeito de todas essas sugestoes, agora que olhei os exames dà para ter uma ideia jà do que dà pra excluir:
    Artrite imunomediada: acho que nao tanto pela idade daria para excluir, mas mais pelo fato de que ele tem funçao renal normal, jà que nessas doenças auto-imunes normalmente se formam "malhas" de anticorpos que se depositam nos rins, e causam diminuiçao da funçao renal. O rim parece perfeito, sem alteraçoes na eco, enzimas normais e o valor de potassio até està baixo, em doenças renais esse valor sobe. Acredito que se fosse esse o problema, depois de 10 dias de uma crise ele estaria jà com alteraçoes.
    Brucelose: fico muito contente que tenham pensado nisso (a maioria nem lembra que existe), mas eu excluiria imediatamente mesmo sem sorologia, eu trabalhei na época da faculdade com isso por 3 anos, o primeiro antibiotico que foi usado é um dos mais indicados nesses casos, e certamente em 3 dias teria uma melhora clinica (em brucelose é assim, melhora com o antibiotico, mas nao cura).
    Doença do carrapato, a mesma coisa, o primeiro antibiotico deveria ter funcionado, e também deu negativa a sorologia... Eu excluiria também.
    Corpo estranho: acho que a essa altura podemos excluir, se nao apareceu em nenhum dos exames, e ele voltou a comer (e imagino que também a defecar), se tinha um corpo estranho deve ter saìdo sozinho.
    Fratura eu acho dificil que nao tivesse aparecido imediatamente, afinal eles sao tao magrinhos né... Se fosse nas patas seria visivel, todo o resto foi radiografado... Eu excluiria.
    Leishmania, como eu disse antes, nao tenho experiencia. No Rio Grande do Sul nao tem, entao nunca vi nenhum caso... Acho melhor deixar pros vets daì que tem mais experiencia.
    De modo geral, todos os exames mostram a mesma coisa, seja a alteraçao de potassio e sòdio, enzimas hepaticas, tudo sò mostra que ele està debilitado, porque ficou muito tempo sem comer... O que vc pode perguntar pro vet é se ele nao concorda de usar um suplemento vitaminico para ajudar a compensar um pouco esse problema, eu usei na minha gata o Vitaminthe, da Virbac, é uma pastinha oleosa, ela comia sem problemas. Ajuda bastante a recuperar.
    Agora, vc comentou em rigidez na cervical, e isso me lembrou uma outra hipotese: existe uma doença que se chama Wobbler, que é uma instabilidade cervical, pode aparecer em algumas raças, inclusive o Borzoi, e pode também aparecer apòs um trauma no local. Como ele melhorou com o corticoide e analgesico, eu acho que era interessante fazer um raio-x de cervical procurando por isso. Os sintomas podem variar muito, dependendo de quanto fora do lugar ficou a vertebra, e quanto instàvel ela està.. Eu conheci uma cadela rottweiler que viveu anos com essa doença, e a unica coisa que ela manifestava era que ela nao gostava que tocassem a cabeça dela (e todo mundo achava que ela era geniosa)... Até que um dia ela nao levantou mais do chao, e sò gemia. Diagnosticada e tratada, voltou ao normal. Acho que vale a pena comentar com o vet, quem sabe né...
    De qualquer maneira, fico muito feliz que ele està melhorando... Aqui em casa ficamos super nervosos, passamos horas discutindo o que poderia ser o problema... Sò imagino vc, com ele doentinho em casa.
    Muitos beijinhos pro Mandrake, ele é lindao!
    Abraço,
    Rachel

    ResponderExcluir
  79. Ellea '.' Mandrake1 de março de 2010 10:04

    Dra Rachel, muitissimo obrigada.

    Ter a opinião de mais veterinários ajuda bastante.

    Vou comentar com os veterinarios do hospital esta doença que me falou. Ele até já tem uma rx de cervical.

    Ele esta melhorando sim, mas o Dr do hospital disse que precisamos ver quando a medicaçao (medicortem + tramal) for retirada...

    Pediu retorno agora só na 4f para realizar um novo hemograma.

    Estou dando para ele aquela raçao umida (hills a/d) mas vou perguntar sobre esse complemento vitaminico.

    Estamos super apreensivos.

    Mas graças a Deus ele voltou a se alimentar normalmente.

    Muito obrigada!!!

    Assim que tiver mais informaçoes eu informo.

    Beijos,
    Ellea e Mandrake

    ResponderExcluir
  80. Maria e as 5 magrelinhas [via email]2 de março de 2010 10:42

    Oi Ellea:

    Bom, agora eu estou lembrando de quase tudo da doença da Lú. Acho que fiquei tão traumatizada que deletei.

    Recebi o e-mail da Débora na sexta e não havia lembrado que os sintomas eram muito parecidos e só pensei na Dra,Marcia(ela salvou outro whippet meu, não foi a Lu). Só hj quando entrei no blog e alguém falou em erliquiose, doença auto imune é que as lembranças foram voltando.

    Como te falei, com exceção das dores, o resto é muito parecido.Demorou muito para ter o diagnóstico correto, que foi dado pela Dra. Geni e Dra. Andrea do Hospital Sena Madureira –“ doença auto imune”.(os veterinários da Fac. De Veterinária da Unesp Botucatu, disseram que era doença do carrapato).A Lú recebeu transfusão de sangue 2 x lá no hospital.

    Bom , a medicação que foi passada é a seguinte: Eprex 1000 UI(o tal que é super caro), Metiocorten 20 mg, Doxiciclina 100 mg, Predinesona, Combiron e Antax (estes 3 acho que eram para proteger o estômago e ferro – ela ficou com uma baita anemia).

    Comecei o tratamento de maio e foi até meados de agosto.Depois tive que ficar fazendo hemogramas, primeiro a cada 7 dias, depois 15 dias e depois 1 x por mês durante 3 meses.E ela está ótima. Isso foi em 2007.

    Bom espero que façam logo um diagnóstico correto.Se por acaso for receitado o Eprex, eu tenho o tel. de um distribuidor que fica bem mais barato. Só precisa se cadastrar.Eles entregam em casa.

    Um grande abraço e tenha certeza que todos estão torcendo por ele.

    Maria,
    Junto!

    ResponderExcluir
  81. Valquiria [ via email]2 de março de 2010 10:56

    Boa Noite...

    Minha Whippet Lia esta com tumor na gengiva, e isso esta me deixando muito triste...mas estou tratando-a da melhor forma possivel!

    Estive no Hospital Veterinario da USP e fiquei bastante contente com o atendimento, até tumografia foi feita por lá.

    Acho que é valido uma visita por lá, eles tem todo os exames a disposiçao e com preços pela metade das clinicas.

    Qualquer duvida podem me enviar email, que tentarei ajudar no que for possivel.

    Boa Sorte à todos,

    ResponderExcluir
  82. Márcia '.' Logan [via email]2 de março de 2010 10:59

    Eu tenho um ótimo veterinário aqui no Rio de Janeiro, foi ele que tratou do Logan quando quebrou a patinha e anda normalmente.

    Ele já era meu veterinário, porque antes do Whippet eu tinha Yorks e ele os tratava muito bem.

    Confio muito no cara.

    Que tal passar o telefone dele para essa pessoas que é dona do Mandrake e peça para ela ligar e falar com ele pelo telefone para ajuda-la, ou quem sabe ele poderia indicar algum veterinário em São Paulo da confiança dele para ela.

    O telefone dele é (021) 8873-8690/(021)7891-0643/(021)8530-5305

    Amiga espero ter ajudado um pouco e boa sorte.

    ResponderExcluir
  83. Amigos, obrigada por toda a ajuda. O Mandrake agora está com um quadro estável (está se alimentando, não tem mais dores, e se movimentando) apesar de ainda não ter um diagnostico e não ter muita energia. Ele geralmente é um cão ativo e feliz. O veterinario do hospital pediu que retornasse amanhã para repetir alguns exames de sangue. Mal posso esperar para repetir e ver se os exames voltam ao normal.
    Agradeço de coração toda ajuda e irei mantendo-os informados através da Debora e seu blog maravilhoso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  84. Sou mamis e estou acompanhando o caso do Mandrake , ele esta melhor ????
    Acácia (mamis de Foxs )

    ResponderExcluir
  85. Davis & Rô & Sophia [via email]2 de março de 2010 19:38

    Bom dia,

    Minha Sophia veio com a doença do carrapato e isso afetou a sua medula óssea, mas o sintoma dos glóbulos foi ao contrário ela produz menos glóbulos brancos, ninguém detectava o problema, pois no exame de sangue não aparecia vestígios da doença do carrapato, só foi descoberto depois do exame de medula e do exame de sangue na zona leste em um especialista em sangue.

    graças a DEUS ela tem uma vida normal hoje, mas tomou muitas injeções até descobrir o q tinha.

    Boa sorte com Mandrake e qualquer coisa é só me ligar se eu puder ser útil.

    sds

    ResponderExcluir
  86. Beatriz [via email]3 de março de 2010 14:41

    Bom dia!

    Se possível encaminhem para a Ellea o e-mail do Dr. Edward, um veterinário muito bom: fidovet@gmail.com

    Abs,

    ResponderExcluir